Em audiência pública, França Silva quer resolver falta de médico perito no INSS

por Hayslla Mikaella do Couto publicado 14/05/2018 18h58, última modificação 14/05/2018 18h58

O Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) de Vilhena conta com apenas um profissional da área para atender toda a região, e os segurados são obrigados a gastar se deslocando a outros municípios.

 

Em Vilhena há cinco anos, havia 5 peritos, hoje há apenas um médico perito para atender não só os 100 mil habitantes do município, mas também Comodoro, Cacoal, Cuiabá, Campos de Júlio, Alta Floresta, Pimenteiras, portanto Vilhena é um polo.

 

A 1ª Audiência Pública por falta de médicos perito no Instituto Nacional de Seguro Social INSS de Vilhena aconteceu na noite desta sexta-feira, 11 de maio, no auditório da Associação Comercial de Vilhena - ACIV, organizada pelo vereador França Silva (PV). O evento foi prestigiado pelo deputado federal Luiz Cláudio (PR), deputado estadual Luizinho Goebel (PV), o gerente geral do INSS de Vilhena Dr. Franklo Inácio, vereadores de Vilhena, Cabixi e Pimenteiras, lideranças políticas e a comunidade vilhenense.

 

A falta de médicos peritos na agencia do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) de Vilhena e região, está trazendo sérios prejuízos aos pacientes e segurados da instituição, pela falta de atendimento e a realização de pericia. “Precisamos chegar a um consenso para discutir a questão e solicitar, em Brasília, a vinda de médicos peritos permanentes no órgão, pois há moradores que são obrigados a se deslocar para Rolim de Moura, Ouro Preto ou Porto Velho. Quer dizer, eles já não estão ganhando salários e ainda têm que gastar com esses deslocamentos”, explicou França.

 

Devido à grande demanda de perícias, os pacientes são direcionados a outros municípios para poder dar celeridade ao atendimento, porém mesmo assim há casos em que os pacientes nem sequer são atendidos, porque os médicos têm outras funções também e às vezes não podem atender nesse dia.

 

“Haverá mutirões em Vilhena para amenizar os atendimentos, porém minha proposta é ter um médico perito lá no Hospital Regional, esse é a minha proposta para levar a Brasília. Do mesmo jeito que o cartório existe agora lá para poder registrar os recém-nascidos. A pessoa já sai atendida”, explicou o Dr. Franklo Inácio, gerente da instituição.

 

“A vinda de três médicos peritos para realizar o mutirão em Vilhena já havia sido previsto através do senador Acir Gurgacz e foi confirmado pelo Franklo. O agora prefeito Adilson de Oliveira também se empenhou e conversou com o gerente a respeito. Porém o objetivo da audiência não é trazer médico só para fazer mutirão, mas trazer médicos que fiquem definitivamente no nosso município”, enfatizou França.

 

Em consenso, o deputado federal Luiz Claudio se dispôs a interceder em Brasília para trazer mais médicos peritos ao município. “A população será atendida, parabenizo o vereador França Silva pela audiência e me comprometo a levar as conclusões desta audiência até Brasília”, finalizou o deputado.

 

 

DICOM - Câmara de Vilhena