Valdete Savaris tem aprovado projeto de lei que orienta divulgação de suicídio pela imprensa conforme Ministério da Saúde

por Hayslla Mikaella do Couto publicado 15/02/2018 09h18, última modificação 15/02/2018 09h18
Foi aprovado na primeira sessão ordinária de 2018, um Projeto de Lei elaborado pela vereadora Professora Valdete (PPS), onde obriga a mídia vilhenense a observar, as recomendações do Ministério da Saúde sobre a veiculação de casos de suicídio.
Segundo o Ministério da Saúde, é proibido destacar a notícia, usar a palavra "suicídio", publicar fotografia do falecido, bilhetes ou cartas suicidas, além de especificar o método utilizado e o endereço completo.
É permitido apresentar dados relevantes e estáticas com base em fatos confiáveis e idôneos, sendo que a mídia deverá atuar em conjunto com as autoridades da saúde na apresentação dos fatos.
“Precisamos ter consciência da dor da família nesse momento, ter cuidado com a forma como se trata esse tipo de notícia. Dar ênfase a esse assunto pode acabar por motivar outras a cometerem o mesmo ato, por isso criei essa Lei, para que a mídia de nossa cidade siga o que já é recomendado pelo Ministério da Saúde”, disse a vereadora.

 

 

DICOM - Câmara de Vilhena