Vereadores intercedem para que Cooperativa de Catadores se una e receba benefícios da secretaria do Meio Ambiente

por Adriana Piacentini publicado 01/11/2017 10h04, última modificação 01/11/2017 10h04
Momento político da entidade colocava ações em risco

Na manhã desta terça-feira, 31 de outubro, os vereadores Adilson de Oliveira (PSDB) e Ronildo Macedo (PV) estiveram presentes juntamente com o secretário municipal do Meio Ambiente Jorge Rabello nas dependências da Cooperativa de Catadores do município de Vilhena, localizado nos fundos da Scânia Rovema.

“Solicitei a ajuda do presidente e do futuro presidente da Casa de Leis representando todos os vereadores”, explicou o secretário.

A cooperativa tem responsabilidade de processar todo o material de coleta seletiva e conta com o apoio legal da prefeitura através do SAAE que paga o aluguel, tem um caminhão que faz a coleta comercial e dá toda a estrutura e suporte financeiro. Tudo determinado pela prefeita e de acordo com a lei.

“Após 8 meses de trabalho, estamos trazendo a empresa TASA Lubrificantes, que é uma empresa que faz a coleta de óleo lubrificante usado em veículos e máquinas. Essa empresa vai se alocar dentro da área da cooperativa para recolher o óleo da região e do estado, até Porto Velho. Com isso, a cooperativa vai ter um recurso mensal repassado pela empresa. A coleta seletiva através do SAAE começará em breve”, afirmou Rabello.

Após emissão da licença de operação (LO), grandes empresas multinacionais como a Maggi e o Atacadão vão entregar o resíduo produzido. Antigamente destinavam para outras empresas, porém com a conquista da licença de operação que documenta a destinação final, a cooperativa ganha o direito de receber todo o resíduo sólido do município. “O potencial de produção da cooperativa vai quadruplicar e vai ter recursos financeiros”, acrescentou o secretário.

Impasse

A cooperativa entrou em reeleição por estar no final de mandato e os cooperados se desentenderam. A reunião de hoje, junto com os vereadores, ajudou a formar uma coalizão para juntar forças e seguir em frente com os benefícios que a entidade acaba de conquistar.

“Eu pedi para que os vereadores fossem lá para conseguir que se unam no mesmo objetivo, façam a cooperativa funcionar, dar o suporte e continuar trabalhando. Principalmente acelerar a reeleição para que no dia 10 de novembro possamos iniciar o funcionamento de toda a operação”, asseverou o secretário.

Os cooperados foram sensibilizados pelos vereadores Adilson e Ronildo, e eles prometeram se reunir de forma emergencial para “aparar as arestas” e chegar a um denominador comum que permita o funcionamento e crescimento da cooperativa.

Desta forma Vilhena será o primeiro município do estado a implantar a coleta e destinação correta de óleo lubrificante usado, contribuindo para a conservação do meio ambiente e a preservação da natureza.